Argel não sabe onde está

tateando no escuroO técnico do Inter definitivamente não faz a menor ideia do time que está dirigindo. A entrevista coletiva desta sexta-feira foi a mais desastrada desde a sua chegada ao Internacional. É verdade, Argel nunca foi bom de entrevista, mas nunca tinha mostrado tanta alienação sobre o ambiente em que está vivendo.

Para Argel não há nenhuma diferença entre Figueirense, Criciúma e Internacional. A pressão é igual em qualquer um deles. Se um treinador não sabe a diferença entre o Inter e esses dois clubes, não tem condições de estar onde está. Disse que a imprensa vendeu a ilusão de que o Inter iria brigar pelo título brasileiro, mas que ele nunca afirmou isso. Ora, não precisa a imprensa dizer esta obviedade, a história do Inter cobra que ele sempre entre em qualquer competição pelo menos com a ambição do título, não é necessário que nenhum jornalista diga isso, quem está no Inter tem que saber que esta é a cobrança.

E o tal do planejamento jogo a jogo? Isto nada mais é do que dizer:

Não faço a menor ideia do potencial do meu time, mas ver o que vai acontecer…

Foi desrespeitosa com o Inter a entrevista, teve cobrança por reforços e o momento eu me amo quando foi perguntado sobre uma possível demissão: “Se caso acontecer, não fico uma semana parado e estarei trabalhando”.

Acendam a luz, porque Argel parece não conseguir enxergar onde está.

 

7 Comentários em Argel não sabe onde está

  1. Corretíssimo o Argel, Inter se apequenou desde que morreu um 2010, agora se compara a Figueira e Criciúma em tamanho. Só ganha disparado na soberba…

  2. Certamente também não sabe porque está. Quase um ano dirigindo o time e a gente não vê uma jogada ensaiada, um plano tático, uma mecânica de jogo. Pode ter quantos esquemas for necessário, mas que tenha uma padrão. isto a gente não vê. Mas com uma Direção incompetente como esta, esperar o quê?

  3. O Inter é do tamanho de seus dirigentes atuais…logo o inter é do tamanho do Argel e desde o ano passado digo, ele é técnico para Ponte Preta, Figueirense, Juventude.
    Teve narrador/comentarista tratando como top3 até algumas junho.

    Dupla grenal têm dois novatos…mas desde o ano passado se via que é quem.
    Um depois da copa de 18 vai começar a ser cogitado na seleção o outro vai ficar 6 meses no Figueirence, 6 meses no Joinvile, 6 meses no Caxias, 6 meses no Novo Hamburgo…
    Ele me lembra o Adilson Batista, muita conversa, metido a conversar grosso, mas trabalho nada, nadinha. Adilson que treinou Grêmio, Corinthians, Cruzeiro…teve bons grupos e oportunidades depois daquele 2004.

    Inter voltou aos anos 80/90. O que mascara a atual situação é a jejum do Grêmio.
    Convenhamos…gauchão não vale nada!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*