Edílson diz que nível de concentração do Grêmio é baixo contra adversários fracos

Alguém precisa avisar o lateral Edílson que ganhar do líder ou do lanterna do campeonato vale os mesmos três pontos. A entrevista dele afirmando que o nível de concentração é menor contra adversários mais fracos é preocupante e o pior, uma total falta de conhecimento daquilo que é preciso para vencer um campeonato de pontos corridos.

“Acho que nestes jogos, o nosso nível de concentração fica um pouco abaixo. Todos os jogadores já reconheceram isso. É fácil jogar contra o Corinthians, São Paulo, quando o nível de concentração está lá em cima e sabemos que se a gente der bobeira, eles fazem o gol”. E quando a gente pega equipes que estão ali embaixo, no nosso subconsciente, a gente acha que vai definir o jogo a qualquer momento e acaba não acontecendo isso”, disse o lateral gremista.  

 

Edílson - Foto: Lucas Uebel
Edílson – Foto: Lucas Uebel

O Grêmio fez um jogo exemplar contra o São Paulo, mas diante do América-MG, quando poderia assumir a liderança da competição, não conseguiu se impor e decepcionou os seus torcedores.

Além do GreNal, realizado no Beira-Rio, o Grêmio venceu somente o Atlético-MG fora de casa no Brasileirão, muito pouco para um time que tens pretensões ao título.

Perder por falta de concentração ou seriedade para encarar um adversário inferior não é admissível para um clube da grandeza do Grêmio. Contra os mais fracos tem que fazer valer a melhor qualidade técnica e garantir os três pontos. Ou joga cada partida como se fosse uma decisão, ou esquece a chance de conquistar o título em 2016.

4 Comentários em Edílson diz que nível de concentração do Grêmio é baixo contra adversários fracos

  1. Já pensou pagar o Edilson e todos os demais, pela concentração deles durante o trabalho?
    O desempenho em qualquer atividade profissional é fator decisivo pra rescisão de contrato ou desconto no salário, pelos prejuízos causados ao empregador.
    Já pensou um médico fazendo uma cirurgia no coração de um familiar deles, desconcentrado como os “jogadores” do time, conforme ele disse?

  2. Concentração o KCT! Times pequenos se fecham bem e Grêmio não troca passes… já era, falta de bola mesmo! Contra o Rosário, que era mais forte, entraram desconcentrados igual…

  3. Bah é de ficar Caduco com um depoimento desses. Um jogador tido como experiente com quase 30 anos dizer que o grupo não concentra esforços contra os tidos ruins do campeonato achando que irão fazer gols a quando quiserem é de fazer a torcida parir uma bigorna de raiva e de deixar Caduco mais pirado ainda com tamanha falta de profissionalismo e objetividade.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*