O Inter, heróis e vilões

falcãoO Brasil adora eleger heróis e vilões. E, é claro, o futebol não foge a isso. Em situações de vitória ou derrota, sempre tem alguém que gosta de simbolizar o momento na figura de uma só pessoa. No caso do Inter, o quadro é de crise e evidente que as soluções para os problemas passam por estas figuras simbólicas.

Um dirigente como salvador da pátria, a surrada ideia da “voz forte no vestiário”.  Em se tratando de Inter, qual o primeiro nome que vem a cabeça? Fernando Carvalho, evidente. As atitudes, as de sempre. Primeiro de tudo, um novo treinador, o perfil que importa é apenas o do temperamento, ideias sobre futebol são detalhes que não são levados em conta.

Discursos tradicionais do tipo: “precisamos fechar o vestiário”. Tudo isso como medidas de emergência para salvar um projeto desastroso, ou a mais pura falta de qualquer planejamento para o futebol do clube.

O Internacional se debate agora com problemas que eram fáceis de ser percebidos desde a contratação de Argel. O Inter era o mesmo quando perdia ou ganhava, o time nunca jogava nada. Os dirigentes acreditaram que isso seguiria acontecendo para sempre, mas não foi assim e agora é o momento de pagar a conta.

Falcão está colocado numa cruz. Pegou um time que vinha despencando, com quatro derrotas e um empate nos últimos cinco jogos. Não conseguiu ainda reverter esta linha descendente, perdeu três e empatou uma. Evidente que neste momento muitos já estão profetizando que acabará deixando o clube.

Mas pegar um time desarrumado e torná-lo vencedor leva tempo. Cuca foi campeão da Libertadores com o Atlético-MG, mas quando chegou no Galo em 2011, perdeu os seis primeiros jogos. Agora no Palmeiras, perdeu as quatro primeiras partidas. Nas duas equipes conseguiu dar a volta por cima e fazer um bom trabalho.

Celso Roth é apontado por muitos como o “salvador da pátria”, mas se lembrarmos da sua passagem no ano passado pelo Vasco da Gama, não foi bem assim. Roth dirigiu a equipe carioca em 11 partidas no Brasileirão e teve apenas três vitórias, um empate e sete derrotas. Não chegou a completar dois meses no clube.

Evidente que acredito que Fernando Carvalho pode contribuir, tem experiência e conhece futebol, seria alguém com quem o treinador poderia falar. No momento, Falcão está sozinho. A solução é muito treinamento, não há outra maneira de reverter uma situação difícil.

Hoje o presidente colorado acumula a função de vice-presidente de futebol e o pior, não há no clube nem mesmo um diretor executivo na área, ou seja, é tudo com o treinador. A estrutura do departamento de futebol colorado é contrária a tudo o que se prega hoje numa gestão moderna. No futebol é necessária a presença de especialistas, não só na comissão técnica, mas também no comando da área.

É na tragédia que as famílias se unem. É a única solução neste momento para o Inter. Mesmo os torcedores que estão indignados precisam estar ao lado do time no domingo, pelo menos até o apito final. A última vez que o Inter venceu ainda era líder do campeonato, hoje está no “rodapé da tabela”. O objetivo mudou, se em determinado momento o objetivo era o de ser campeão, hoje o mais importante é manter-se na primeira divisão.

 

16 Comentários em O Inter, heróis e vilões

  1. Perfeito Nando. Eu andava afastado, mas domingo voltarei ao beira rio, junto com toda a familia, pra apoiar os 90 minutos. É mais fácil ajudar a não cair do que a voltar da segundona.

  2. O Argel,com o time que ganhou o campeonato gaúcho,liderava o campeonato,quando perdeu o goleiro e mais alguns não teve reposição e o time despencou,agora o Falcão tem o Valdivia,Seijas ,Ariel,e terá o Dourado logo mais ,acho que o Argel sabia das limitações do time e jogava de maneira simples e obgetiva,sendo que ano passado fez a segunda melhor campanha no Brasileiro,esse ano vinha muito bem mas os reforços demoraram p chegar,acho que está levando a culpa de tudo ,pois a imprensa na maioria só sabe culpar os outros ,sem assumir as bobagens que escrevem ou falam.penso que logo mais o inter terá um time bom quando puder escalar,:Danilo,Wiliam,Paulao Eduardo e ernando,Dourado,Fabinho,Anderson,Valdivia Seijas e Nico ,aí sim irá recuperar a confiança .

  3. Time piorou em relação ao Argel. Não tinha e continua não tendo compactação e agora ainda tá esparramado em campo. O lado esquerdo, antes um furo, agora é um buraco negro. Nem Argel muito menos Falcão, fora o dito antes, não tem noção de como armar o time com os jogadores do elenco, que pode não ser o ideal, mas tá longe dos 10 piores do campeonato. A culpa não é do Falcão, é de quem contratou ele.

  4. Eu sempre avisei… ms dai vinham os defensores do time “sanguíneo” dizer que eu estava errado. O time é fraco, se não fosse o Alisson no gol salvando teríamos percebido antes.

    Dirigentes contrataram mal. Falta de planejamento. Há uma série de erros que precisamos esquecer durante o jogo e apoiar o time!

  5. Nando, Sou Caduco e um sujeito tranquilo e não gosto de escrever da forma que escreverei a seguir mas esse cara merece um exceção da minha parte. Estava ouvindo rádio neste Sábado, a tua entrevista com aquele cara. É assim que esse sujeito merece ser tratado. A bola tinha de punir esse sujeito pra calar sua boca e que assim, pudesse ele engolir todas aquelas bobagens que conseguir disser. Só a bola e somente ela conseguirá punir este sujeito com a mesma intensidade que sua arrogância e que, ao final deste ano, com a justa punição por ela, veremos moares voando. Com certeza, mais e mais animais, voarão juntos. Mulas, moares, jumentos e até burro irá voar. A bola precisa continuar a colaborar e se manter inabalável com a situação dele e vermelha, então finalmente esse arrogante terá a punição que merece e pra que gosta de futebol na paz, da forma mais correta e sem perdão. E não é que eles, já está colaborando fazendo a sua parte? Nando, tudo na paz, na bola e na escrita. Em breve, pelo andar da carruagem, ao olhar pro céu revelará que alguns animais ganharão asas. Graças a este Sr que chega a ser extremamente mal educado com os demais clubes e suas torcidas tamanha é sua mente doentia e cegueira por aquilo que chamamos de rivalidade sadia. Como explicar aos mais jovens crianças alguém dizer numa rádio alto e bom som que um clube chamado Grêmio não precisava, não deveria existir? Uma Lástima Nando. É de se lamentar Nando que uma voz tão mal educada que sabe ofender até mesma a Mãe de seus tidos como rivais ou inimigos do esporte (como se fossem), e que tanta ira traz aos seus ouvintes, encontre espaços com tanta facilidade nessa rádio querida.

    Posso ser Caduco, Nando, mesmo assim sei reconhecer a existência do Inter. Mesmo que sempre torcendo contra Nando, mas só torcendo contra.

  6. Continuo sem entender uma coisa: Que falou que o Falcão era um técnico moderno e atualizado foi aquele mesmo cara que disse que o Geromel era “malo, malo de tudo????

  7. O inter está tomando uma atitude desesperada e impensada atrás da outra, típica de time que rebaixa.
    Essa não é diferente, demite todo mundo, tira presidente e bota o dom, tira o diretor e bota o ibsen? É tipo impeachment interno?

    Esquecem que tem jogadores que ficam perdidos, não sabem pra quem respondem, quem manda, quem paga, quem treina.

    Ê muito cacique e pouco índio.

  8. Pois é Nando, pelo andar da carruagem, teremos um céu repleto, bonito e de acordo com a arrogância daquele sujeito. Finalmente a lenda dos unicórnios será desvendada e revivida neste fim de ano. Veremos moares voando. Sim, os moares receberão suas asas e ganharão poderes para voar sobre nossa querida Porto Alegre. Daremos asas aos moares. Após, vou fazer apenas um pedido. Nando, que um deles ao sobrevoar sobre nossa Capital, faça a gentileza e principalmente sua necessidade lá de cima. Tomara que ao cair, que vá direto na cabeça daquele sujeito colorado e que sirva de lição para toda a sua ignorância e arrogância, que urgentemente, precisa ser punida.

  9. A bola pune Nando. Ela está sendo determinada e quer punir todas as afrontas e desaforos da torcida vermelha. Quero ver aquele sujeito engolir sua arrogância, sua petulância a seco e admitir que ” moares realmente não tem condições de voar que é mais fácil seu inter cair, de tanta ruindade. Falta pouco. muito pouco.

  10. Nando, só Caduco acreditou nessa possibilidade e isto lá em 07 de Agosto. Te peço , é hora de uma nova entrevista com aquele que diz que: “é mais fácil ver moares voando do que o Inter cair”. É hora dele engolir toda a soberba que aflora em sua pele. É hora dele saber que time grande não cai, mas time ruim cai.Estarei na escuta.

  11. “Levanta Colorado, hoje é teu dia” Peço permissão ao saudoso Pedro Carneiro Pereira, e poder usar a sua célebre frase n este dia e que foi dita por ele, na inauguração do Beira Rio. “Levanta colorado, hoje é teu dia”. Quase 47 anos depois, esta célebre frase, se torna muito, muito mais que atual e ideal para representar a queda do colorado para o Keny Braga.

  12. Nando, me dou por satisfeito e agradecido pela compreensão. Espero que o Keny Braga, seja homem suficiente para entender que ser debochado, arrogante e superior, leva direto para a merecida queda . Se ele for homem na sua palavra, que cumpra a promessa e faça moares voar sobre Porto Alegre. Querida bola, obrigado pela punição e que este sujeito debochado, arrogante e colorado desonrado, pague seus pecados e queime no inferno da 2ª divisão. “Levanta colorado, que hoje é teu dia”. Muito obrigado dona bola!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*